O mercado em Portugal atravessa uma fase bastante positiva no que respeita a novas ofertas de trabalho e assistimos a um elevado dinamismo no recrutamento. Como podem as empresas reter o seu talento?

Da minha experiência na área do recrutamento, deparo-me várias vezes com os mesmos motivos que levam profissionais a equacionar uma mudança: acréscimo de responsabilidades, funções diferentes, falta de reconhecimento, procura de melhores condições salariais. Na verdade, existem medidas simples que podem fazer toda a diferença na retenção de talento e manter os níveis de motivação e compromisso elevados, tais como:

  1. Promover um feedback constante e construtivo sobre o trabalho que está a ser desenvolvido pela equipa
  2. Além de uma avaliação de desempenho anual com plano de ação de desenvolvimento concreto, reservar agenda para três momentos anuais distintos com o objetivo de recolher feedback e redefinir/avaliar objetivos
  3. Fazer um levantamento de projectos transversais em desenvolvimento na empresa e avaliar com os elementos da equipa o interesse e motivação na participação dos mesmos
  4. Envolver nos processos de tomada de decisão
  5. Analisar benefícios ligados à flexibilidade laboral e outro tipo de reconhecimento tendo por base objetivos concretos

Estas podem ser medidas simples mas cada vez mais valorizadas, acreditamos que existirá um aumento dos níveis de compromisso com a empresa. Tendo em conta o fecho do ano de 2018 e as perspectivas de mercado atraentes para 2019, torna-se crítico que a avaliação dos pontos anteriores seja feita pelos Gestores como prioritário se pretendem vencer a guerra pelo talento.

 

Marcelo Conde
Team Leader Banking,  Insurance, Tax & Legal
Wyser Portugal