LINKEDIN

Publicado a 25 Outubro 2021 - in General

5 Soft Skills Essenciais em Perfis de Engenharia

A Engenharia é uma das áreas mais dinâmicas e com uma evolução mais rápida do presente. Estes últimos anos ficaram assinalados pela alta competitividade entre candidatos de diversos setores do mercado. Destaca-se a área de Engenharia, facto que parece decorrer da estabilidade que proporciona aos profissionais, potencial de rendimentos e realização profissional. Dadas a elevada competitividade, exigência e necessidades do setor de Engenharia, hoje em dia é primordial ser um profissional tecnicamente sólido e repleto de competências comportamentais, as tão faladas “soft skills”, essenciais para se destacar no mercado de trabalho. Nos tempos que correm, possuir apenas uma formação académica não é sinónimo de garantia de emprego e estabilidade e não oferece, per si, potencial de diferenciação.

É óbvio que o conhecimento técnico é indispensável para os profissionais, contudo não basta investir apenas nisso, é necessário o posicionamento estratégico e desenvolvimento das soft skills. Por isso, é essencial que estejam atentos às mudanças e exigências do mercado de trabalho. Para além disto tudo, as soft skills auxiliam a manter um bom relacionamento interpessoal com colegas, chefias, fornecedores e clientes, e no dia a dia de trabalho, os profissionais de engenharia necessitam de interagir frequentemente com diversos colegas, o que exige uma comunicação eficaz e trabalho em equipa. Ter uma equipa de profissionais de engenharia que possuem competências comportamentais, naturalmente, facilitará o trabalho em grupo e garantirá eficácia no cumprimento dos objetivos no desempenho das funções.

Ao prestar uma maior atenção a estas competências, os profissionais tornam-se mais aliciantes para o mercado de trabalho. Desse modo, irei partilhar 5 soft skills essenciais que todos os profissionais de engenharia necessitam ter:

Criatividade/Inovação

As ideias inovadoras desenvolvem-se com criatividade. Para os profissionais de Engenharia, as suas competências criativas são tão importantes quanto a sua capacidade de resolução de problemas. Na sua essência, estão muito direcionadas para a resolução de problemas, desde situações mais simples até mais complexas. A criatividade envolve curiosidade e pensar “fora da caixa”. Em Engenharia, a criatividade consiste em encontrar novas maneiras de ver as coisas e solucionar um problema com diferentes métodos, pois nem todas as decisões são fundamentadas de uma forma analítica. O segredo é aplicar os conhecimentos que se tem vindo a adquirir mediante cada situação.

Inteligência emocional

Qualquer profissional necessita de dominar as suas emoções, essencialmente em situações de stress. Cada vez mais as organizações procuram profissionais que reconhecem e sabem lidar com as emoções e situações de maior investimento emocional (intrínsecos e extrínsecos). Um profissional de engenharia que detenha esta característica possuirá um bom relacionamento com colegas e chefias, um maior poder de decisão e um foco no cumprimento dos objetivos.

Liderança

A capacidade de inspirar e motivar pessoas. Um bom líder consegue o comprometimento da equipa de uma forma natural através do seu exemplo, comunicação e gestão de pessoas. Potencialmente um profissional de engenharia vai necessitar de liderar equipas, coordenar projetos, delegar tarefas, gerir conflitos e todos necessitam de ter esta competência de forma a conseguir liderar da melhor maneira possível e direcionar todos no cumprimento dos objetivos.

Negociação

Os profissionais de engenharia em diversas situações profissionais necessitam de negociar quer seja com colegas, fornecedores, clientes, etc. e isso exigirá capacidades de negociação. A negociação envolve o estabelecimento de uma relação de confiança entre ambas as partes. Um bom negociador não é aquele que se foca exclusivamente em si, mas sim aquele é capaz de obter o melhor resultado possível para ambas as partes.

Trabalho em equipa

Os profissionais de engenharia realizam algumas tarefas sozinhos, mas raramente trabalham isolados. Trabalhar em equipa envolve uma comunicação eficaz e é necessário estimular as competências coletivas para obtenção de uma maior eficiência e aumento de produtividade nos projetos realizados.

O mercado de trabalho em Engenharia está em constante evolução, é bastante exigente e competitivo e torna-se essencial que todos os profissionais acompanhem toda a transformação. Enquanto recrutador de perfis de engenharia tenho uma clara preferência por candidatos com grande diversidade de soft skills, pois entendo que qualquer um poderá rapidamente aprender uma hard skill. Um profissional tornar-se repleto de competências comportamentais é um objetivo para a vida toda, é um processo moroso e bastante complexo. Para as desenvolver teremos de realizar uma autoavaliação honesta, identificar os pontos mais fracos, estabelecer metas, desenvolver um plano de ação e analisar frequentemente o progresso. A maior recompensa será o sucesso.

Bruno Silva
HR Consultant