Publicado a 6 Abril 2021 - in Sem categoria

O IMPACTO DO EXERCÍCIO FÍSICO NA SUA PRODUTIVIDADE

As vantagens do exercício físico, em todos os aspetos da vida de cada um de nós, e o seu contributo para o bem-estar físico e psicológico são evidentes. Para além dos benefícios para a saúde física, a atividade física tem um impacto fundamental na saúde psicológica, tanto num contexto alargado do dia a dia, mas também no contexto específico profissional.

No contexto profissional estes benefícios refletem-se não só em cada colaborador e na sua relação com o trabalho, mas por consequente também nos seus colegas, no ambiente de trabalho e em última instância na produtividade.

 

Reforço de energia e redução de stress

stress é um dos principais responsáveis pela baixa produtividade e pode ter um impacto muito negativo no bem-estar das pessoas, tanto no trabalho como na vida pessoal. O exercício físico tem a capacidade de renovar e reforçar a sua energia física e mental através da libertação de endorfinas, também conhecidas como “hormonas da felicidade”, reduzindo o stress através de um efeito analgésico destas hormonas.

 

Aumenta a concentração e treina o cérebro

O movimento e o exercício físico em geral estimulam as células nervosas o que aumenta a capacidade cognitiva do cérebro. Um estudo da Universidade da Columba Britânica concluiu que o simples facto de uma pessoa não passar o dia sentada melhora a performance em testes cognitivos. Segundo diversos estudos, o exercício físico tem um impacto direto em duas principais funções do cérebro: o controlo inibitório – a capacidade portanto de controlar ímpetos irracionais e ignorar estímulos irrelevantes – e a flexibilidade cognitiva – a capacidade de adaptação, decision-making e resolução de problemas.

 

Melhor memória, capacidade de aprendizagem e criatividade

Se forem analisados os benefícios do exercício físico para o cérebro que têm um impacto direto na produtividade e no bem-estar no trabalho, podemos detalhar os seguintes: melhor memória, melhor capacidade de aprendizagem, reforço da criatividadeUm estudo da Leeds Metropolitan University examinou o impacto entre colaboradores com acesso a um ginásio na empresa e concluiu que nos dias em que os colaboradores frequentaram o ginásio, a sua atitude no trabalho alterava-se: demonstraram uma melhor gestão do tempomelhores resultados de produtividade e terem interações melhores com os colegas. O estudo conclui que o exercício físico permite-nos absorver mais informação, trabalhar com maior eficiência e ser mais produtivos.

 

Redução do absenteísmo

O absenteísmo pode ter um impacto significativo na produtividade individual e coletiva das organizações, ligada à diminuição da atividade laboral mas também às suas características de imprevisibilidade. Um estudo publicado no site National Center for Biotechnology Information estabelece uma relação direta entre os níveis de exercício físico e os dias de ausência dos colaboradores. O estudo conclui que que participantes com níveis de atividade física superiores reduzem até 3 vezes as horas de absenteísmo comparativamente a participantes com atividade física de nível inferior.

 

Empresas apostam no exercício físico

A aposta das empresas em proporcionar iniciativas que fomentam o exercício físico tem sido abordada como um fator fundamental para melhorar a performance dos colaboradores na empresa beneficiando tanto o indivíduo como a própria organização, criando ambientes de trabalho melhores e aumentando a eficiência de processos através de um aumento da produtividade.

Muitas empresas abraçaram aliás a oferta de iniciativas que contemplam o exercício físico como parte integrante de um pacote de benefícios para atrair e reter talentos – acesso a ginásio da empresa, parcerias com ginásios, iniciativas de grupo de exercício físico ou até mesmo exercício físico dentro do próprio escritório com aulas de yoga ou cardio.

Os candidatos e profissionais estão cada vez mais consciencializados da importância do exercício físico para a sua vida pessoal e profissional e se por um lado aplaudem as iniciativas das organizações para promover o exercício, por outro também valorizam os benefícios diferenciadores que lhes são apresentados como parte integrante do pacote salarial.